Com o lema “EM TEMPOS DE GOLPE CONTRA A DEMOCRACIA, A LUTA SE FAZ NA TERRA NA CONQUISTA DA MORADIA”, a União dos Movimentos de Moradia da Grande São Paulo e Interior (UMM-SP) promove seu 14º Encontro Estadual, em 19 e 20 de maio, em Osasco-SP. O objetivo do encontro é promover debates e reflexões sobre a conjuntura política nacional e estadual, a luta pelo direito à cidade e à moradia em tempos de golpe, as políticas estadual e municipal de habitação e pela criação de uma lei nacional da autogestão. A proposta é defender uma legislação que consolide o conceito de autogestão como princípio da produção da moradia popular, estabeleça diretrizes para políticas de terra e combata a especulação imobiliária, garantindo fontes de recursos permanentes para todo processo que envolve a autogestão, como a produção, a formação e o financiamento de projetos.

O Encontro é realizado em uma conjuntura adversa aos movimentos sociais do campo e da cidade, o que exige um esforço de reflexão e capacidade de organização e mobilização para transformar tal realidade. Em dois anos, o golpe se aprofundou com a aliança das classes dominantes para a retirada de direitos e para impedir que o presidente Lula seja candidato nas eleições de 2018, com sua condenação e prisão sem provas. Exigimos Lula Livre! Eleições sem Lula é Fraude!

A agenda do golpe é sentida especialmente pelas famílias mais pobres, com a retirada de direitos e o corte de investimentos nas áreas sociais. Na moradia, a completa paralisação do Minha Casa Minha Vida – Entidades é a maior expressão disso. Os cenários no estado de São Paulo e na capital não são diferentes. Não há uma política estadual de habitação voltada às classes populares e à produção de habitação de interesse social. O Conselho Estadual das Cidades sequer foi empossado e a proposta de um programa estadual de mutirão nunca saiu do papel. Na capital, a gestão desastrosa de João Doria (PSDB) apenas favoreceu uma minoria privilegiada que se beneficia do avanço da especulação imobiliária.

Diante disso, o 14º Encontro Estadual conta com uma programação voltada a promover reflexão, formação, integração, troca de experiências e desenvolvimento de sentimento de pertença, para fortalecer a UMM-SP e avançar na conquista da moradia, dos direitos e da democracia.