baner
   

  Início Notí­cias Ato em Defesa da Moradia
large small default
Ato em Defesa da Moradia

Cadê as moradias que o Alkimin prometeu?

Neste dia 4 de fevereiro, a União dos Movimentos de Moradia de São Paulo – UMM SP está nas ruas para exigir do governo do Estado de São Paulo, que cumpra suas promessas. O Governo do Estado se comprometeu em aportar recursos para 10 mil moradias nos empreendimentos dos movimentos populares para complementar o programa Minha Casa Minha Vida Entidades em São Paulo. No mês de outubro estivemos com o governador que reiterou seu compromisso. No entanto, agora, na hora de efetivar a contratação dos conjuntos habitacionais, a Casa Paulista não deu uma resposta efetiva para os movimentos.

 

Data: 4 de fevereiro – quinta-feira
Concentração: 14 horas – Praça da Sé – Em frente a Catedral de São Paulo
Caminhada: saídas às 15 horas em direção à Rua Boa Vista – em frente à Secretaria Estadual de Habitação
Contatos: Donizete – 97230-5894
Mariza – 99513-9325
Sidnei – 96158-2604
Graça – 99157-0100

Somos movimentos de moradia de diversos bairros e municípios de São Paulo que lutam pelo direito à moradia das famílias sem teto de nosso Estado. Moradia é um direito humano e lutamos por esse direito. Construímos moradia por meio de mutirão e autogestão, com qualidade de vida e participação popular.
O Governo do Estado se comprometeu em aportar recursos para 10 mil moradias nos empreendimentos dos movimentos populares para complementar o programa Minha Casa Minha Vida Entidades em São Paulo. No mês de outubro estivemos com o governador que reiterou seu compromisso. No entanto, agora, na hora de efetivar a contratação dos conjuntos habitacionais, a Casa Paulista não deu uma resposta efetiva para os movimentos.
Fizemos e aprovamos nossos projetos contando com o compromisso do governador. Sem esse aporte, diversos projetos habitacionais podem ser inviabilizados, aumentando ainda mais a falta de moradia no Estado de São Paulo.
Queremos também uma política de habitação que atenda aos mais pobres, pela retomada do programa estadual de mutirões, em defesa da moradia bem localizada e do fortalecimento do movimento popular!
Esperamos uma resposta efetiva. Seguimos na luta!