baner
   

Secretaria dos Cortiços PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

O problema do esvaziamento das áreas centrais e das regiões consolidadas das cidades vem gerando no mundo todo um abandono pelo mercado imobiliário e pelo poder público destas regiões o que provoca grande degradação pela falta de políticas públicas. São nestas regiões que, por facilidade de acesso ao trabalho e outros serviços, moram milhares de trabalhadoras e trabalhadores, muitas vezes suportando a violência dos intermediários, os altos custos dos aluguéis e precariedade nas condições de moradia, sem qualquer segurança jurídica, que ameaçam estas Comunidades especialmente pelos despejos forçados e violentos. Assim, esta Secretaria vem articulando e incentivando os moradores e moradoras de cortiços nas suas formas de organização, seja nos Movimentos de Área Central, seja nos grupos de bairro, já que há muitos moradores de cortiços também em bairros periféricos da Cidade.

 

Formas de luta:

São as mobilizações, as ocupações e as pressões junto no poder executivo, legislativo e judiciário em defesa do direito de Morar no Centro e nas Áreas Consolidadas das Cidades.

 

Pauta aprovada no 10° Encontro da UMM-SP:

-lutar para que os programas de locação social sejam estendidos em âmbito federal e estadual;

-defender a construção de pequenos empreendimentos com autogestão pelas famílias moradoras;

-lutar pelas tarifas sociais para as famílias moradoras dos cortiços;

-lutar pela qualidade de vida nos conjuntos e por projetos de pós-ocupação;

-organizar seminários para discutir as leis e os nossos direitos;

-fortalecer a luta contra a criminalização dos movimentos e lideranças populares (A LUTA NÃO É CRIME!);

-articular audiências e buscar o apoio do Ministério Público e da Defensoria Pública nos municípios contra a violação do direito à moradia;

-organizar mobilizações em defesa da moradia no mês de agosto em âmbito estadual e federal, (especialmente defendo a ampliação dos recursos do PAC para moradia);

-organizar um Encontro Estadual e outro Nacional sobre as Áreas Centrais.

 

Contatos: Verônica, Sidnei, Gege, Manoel, Sueli, Nídia, Miriam e Solange.