baner
   

  Início Documentos UMM Carta Aberta à População de Campo Limpo e Região
large small default
Carta Aberta à População de Campo Limpo e Região PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 30 Dezembro 2008 16:29
Campo_Limpo_1.jpg

Carta Aberta à População de Campo Limpo e Região


PREFEITURA AMEAÇA DESPEJAR MORADORES EM ÁREA DA FAVELA
MONFORTE DE LEMOS - FAMILIAS AFIRMAM QUE NÃO SAIRÃO DO LOCAL



Morando há mais de 20 anos no local, mais de 50 famílias de Moradores da Comunidade Monforte de Lemos, no Bairro do Campo Limpo, vêm sofrendo por parte da Prefeitura de São Paulo, constantes ameaças de despejo.
A Prefeitura alega que as pessoas estão morando em uma área de risco e quer repassar para as famílias um cheque despejo no valor de cinco mil reais.
Oferecer cinco mil reais e tratar o povo como invasor é uma grande afronta e um enorme desrespeito com os excluídos.
Foi esta Comunidade quem lutou pelas melhorias, por escolas e postos de saúde e valorizou o Bairro. E agora, a Prefeitura quer expulsá-la do local!
Pela Medida Provisória 2.220/2001, e em conformidade com o Plano Diretor do Município, todas as famílias têm o direito à Concessão Especial para fins de Moradia, já que área da Favela é uma Zona Especial de Interesse Social – Zeis.
Assim, se alguém tivesse que sair do local, só poderia sair para uma outra Moradia no mesmo bairro, já que as crianças estudam em escolas próximas e toda vida das pessoas já esta estabilizada na região.
Como a Prefeitura nada oferece e ainda ameaça as famílias, não nos resta outra alternativa se não, resistirmos a qualquer tentativa de despejo, já que todos têm direito há uma moradia digna.
A Comunidade conta com o apoio da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, da Sociedade Amigos do Jardim Umuarama - SAJU, da União dos Movimentos de Moradia Independentes da Zona Sul, e de diversas outras Entidades da Região para esta luta.
A Comunidade conclama a todos e todas se mobilizarem, já que direito a Moradia está garantido no artigo sexto da Constituição Federal.
As famílias afirmam que continuarão vigilantes e não abrirão mão de seu direito, solicitam ainda, uma reunião com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT, e a Prefeitura, para uma nova análise sobre a situação de risco na Comunidade.

Em defesa do Direito a Moradia, Participe desta Luta!

Comissão de Moradores da Favela Monforte de Lemos
Sociedade Amigos do Jardim Umuarama - SAJU
União dos Movimentos de Moradia Independentes da Zona Sul – UMMIZS

apoio
União dos Movimentos de Moradia de São Paulo - UMM
Central de Movimentos Populares - CMP


E-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Fones de contato: Ramon: 76523477 – Clayton : 8562 4637


Campo_Limpo_2.jpg
Actualizado em Quarta, 28 Outubro 2009 08:09