União dos Movimentos de Moradia
– São Paulo

Tel: 11 3667-2307 - Email: ummsp@uol.com.br

Diadema – Manifestação contra reintegrações de posse

No dia 10 de março, vamos fazer uma marcha de protesto em frente ao Forum de Diadema,  às 13:00hs, com concentração às 12:30hs na Av. Ulisses Guimarães .

A ECOVIAS vem promovendo ações judiciais de reintegração de posse de área contra famílias que moram há anos na altura do km 19 da Rodovia dos Imigrantes, na Rua Barão de Uruguaiana, como ocorreu no último dia 01 de fevereiro de 2011, em Diadema.
Dezoito barracos pegaram fogo no dia 31 de dezembro de 2010, e foram reconstruídos, pois as famílias possuem cadastro da ECOVIAS, com um documento assinado pelo primeiro presidente da empresa quando assumiu em 2006, que as famílias só sairiam da área quando tivessem para onde ir.

Apesar de existir um laudo da Defesa Civil do Município atestando não haver risco de desabamento e o compromisso da Secretaria de Habitação do Governo do Estado de São Paulo assinado com a Secretaria de Habitação de Diadema de buscarem juntas uma solução de construção de moradias para as famílias despejadas, a juíza Érika Diniz da 1ª Vara Cível de Diadema, deferiu a reintegração de posse, usando como argumento os episódios de deslizamento de terra do Rio de Janeiro.

As famílias estão alojadas de maneira totalmente precária no Ginásio Poliesportivo do Jardim Casagrande que fica longe de onde moravam, dificultando o acesso para escola e outros equipamentos públicos.

O Governo do Estado comprometeu-se a ajudar com R$300,00 (trezentos reais) como auxílio moradia, contudo este valor é insuficiente para pagar aluguel em Diadema, e diante da situação precária, pois as famílias perderam móveis, documentos e utensílios no incêndio, a insensibilidade da ECOVIAS e da Sra. Juíza é lamentável.

Há novas ações de reintegração de posse em andamento promovidas pela ECOVIAS, com o aval do Governo do Estado de São Paulo, que permanece inerte frente a tão grave situação. Na próxima sexta-feira, dia 10 de março de 2011, haverá nova reintegração envolvendo mais quatro famílias, na área do Jd. Mulford, onde no fim de 2010, dez famílias foram despejadas e jogadas ao relento. Outra ação visando retirar mais cinqüenta e três famílias da Rua Barão de Uruguaiana, está em andamento no Fórum de Diadema. É imprescindível, atos e ações que façam cessar as arbitrariedades e desumanidades cometidas, contra famílias carentes e sofridas que habitam há muitos anos as áreas da DERSA, através de atos desca bidos e perversos, que desrespeitam todos os princípios da dignidade humana e a própria Constituição Federal que garante o direito à moradia no seu artigo V.

É POR ISSO QUE NO DIA 10 DE MARÇO VAMOS FAZER UMA MARCHA DE PROTESTO EM FRENTE AO FORUM DE DIADEMA, às 13:00hs, com concentração às 12:30hs na Av. Ulisses Guimarães com Rua Castro Alves. Vamos marchar até o Fórum, na Avenida Sete de Setembro – Centro, passando pela Rua Graciosa em direção à Av. Antonio Piranga, rumo à Câmara dos Vereadores na Rua Antonio Piranga, nº 474, para lutar e mostrar para a opinião pública em geral, os desmandos que vem sendo cometidos em nossa cidade contra o povo mais pobre, muitos mulheres e crianças, que não tem para onde ir e são jogados na rua, numa atitude descabida para o Poder Judiciário e a empresa contratada pelo Governo do Estado para administrar a Rodovia dos Imigrantes, visando somente a cobrança de pedágios e desrespeitando a população de Diadema.

Contatos:
Cida – F 97095082
Coordenadora UMM Diadema
Salete – F 73350283
Ronaldo – F 89448067